MeboProtect

MeboProtect

Logo MeboProtect
MeboProtect packshot

Garganta Seca
ou irritada?

Fórmula única à base
de plantas e Vitamina C vitamina c

Protege, suaviza e alivia

MeboProtect

Logo MeboProtect

UMA SOLUÇÃO NATURAL

Extratos selecionados de plantas

  • Camomila
    CAMOMILA - Cuida e ajuda a suavizar a tosse e garganta irritada de uma forma natural.
    CAMOMILA - Cuida e ajuda a suavizar a tosse e garganta irritada de uma forma natural.
  • SALVA
    SALVA - Suaviza a boca, garganta e cordas vocais. Alivia a irritação.
    SALVA - Suaviza a boca, garganta e cordas vocais. Alivia a irritação.
  • Extrato de Tomilho
    TOMILHO - Estimula a secreção de muco no trato respiratório superior e facilita a expetoração. Contribui para um hálito fresco.
    TOMILHO - Estimula a secreção de muco no trato respiratório superior e facilita a expetoração. Contribui para um hálito fresco.
  • Folha de alteia
    ALTEIA - Suaviza e alivia a irritação da garganta e faringe.
    ALTEIA - Suaviza e alivia a irritação da garganta e faringe.
  • HORTELÃ PIMENTA
    HORTELÃ PIMENTA - Suaviza e promove uma sensação de frescura.
    HORTELÃ PIMENTA - Suaviza e promove uma sensação de frescura.

PROTEGE | SUAVIZA | ALIVIA

Vitamina C

Vitamina C
Vitamina C - Protege, Suaviza e alivia

Protege o organismo contribuindo para o normal funcionamento do sistema imunitário. Utilizada no tratamento de constipações.

MeboProtect protege e tem uma ação suavizante da boca e garganta.

A sua utilização tem benefícios principalmente em:

  • Alterações de temperatura
  • Ar condicionado
  • Habitações mal ventiladas
  • Hábitos tabágicos
  • Exposição a substâncias irritantes.

Com sabor a frutos vermelhos

Com sabor a frutos vermelhos
Com sabor a frutos vermelhos

Mebocaína

Logo mebocaína
Logo mebocaína

Há quase 30 anos que Mebocaína cuida da garganta dos portugueses, conquistando desde então um lugar de destaque na sua confiança e preferência.

Com uma gama cada vez mais completa:

Dor de Garganta: Causas e Sintomas

A dor de garganta é muito frequente, podendo ser o sintoma inicial de diversas doenças, como constipação, faringite e amigdalite.Pode também estar presente em situações mais graves, como é o caso de infeções de origem viral (mais frequentes), bacteriana e fúngica 1,2.

Outras causas de origem não infeciosa podem igualmente agravar ou despoletar a dor de garganta, como fatores físico-químicos (fumar, ressonar, intubação traqueal, medicamentos, refluxo gastroesofágico) e ambientais (poluição exterior, temperatura, humidade, irritantes ocupacionais, etc)3.

A dor de garganta refere-se à dor, comichão ou irritação presente na garganta. No entanto, outros sintomas podem ocorrer: dificuldade em engolir alimentos e saliva, garganta seca, gânglios inchados no pescoço, manchas brancas nas amígdalas ou rouquidão.

Pode afetar pessoas de todas as idades, mas o risco é superior em algumas pessoas, por exemplo, crianças, fumadores, pessoas com alergias, pessoas com compromisso do sistema imunitário, etc. Partilhar um espaço fechado também aumenta o risco de infeções respiratórias superiores que inicialmente pode apresentar-se como dor de garganta.4

Em média, durante um ano, um adulto poderá ter 2 a 3 episódios de dores de garganta, enquanto as crianças, devido à fragilidade do seu sistema imunitário, têm por norma episódios mais frequentes. As dores de garganta têm um elevado impacto nas atividades normais diárias dos doentes, incluindo engolir, falar, comer, dormir e concentrar.

Imagem de Garganta
imagem de dor na Faringite

Faringite

A faringite é caracterizada pela inflamação na faringe, maioritariamente causada pelos vírus que originam a gripe ou constipação.

Podem ocorrer faringites bacterianas após uma infeção viral, em que os microrganismos presentes na flora da orofaringe se tornam patogénicos após uma alteração nesse meio ambiente. A faringe pode apresentar-se ligeiramente inflamada ou muito vermelha, sendo frequente o doente apresentar gânglios inchados no pescoço, o que é sinal de infeção.2

imagem de dor na Laringite

Laringite

A laringite é a inflamação da laringe associada a alterações da voz, tais como rouquidão ou afonia. A causa mais comum da laringite é uma infeção viral das vias respiratórias superiores, como a constipação comum.

O principal sintoma desta patologia é a alteração de voz, podendo sentir também um “formigueiro” na garganta e uma constante necessidade de a limpar.2

imagem de dor na Amigdalite

Amigdalite

A amigdalite ou “anginas” é a inflamação das amígdalas, geralmente provocada por uma infeção bacteriana ou, menos frequentemente, por uma infeção viral. Os principais sintomas associados a esta patologia são dor ao engolir e dificuldade em engolir. Outros sinais e sintomas frequentes são a dor de ouvido, febre superior a 38ºC, dor de cabeça e vómitos.

As amígdalas estão frequentemente inflamadas e com cor vermelha intensa. Pode haver presença de pus e uma membrana branca e fina confinada à amígdala.2

imagem de Rouquidão

Rouquidão

A rouquidão deve-se, na maioria dos casos, à inflamação e edema da laringe relacionados com uma causa específica, como uso excessivo da voz, infeção do trato respiratório superior ou irritação do mesmo.

A rouquidão dura normalmente só umas horas ou dias. A recuperação é, na maioria dos casos, espontânea; contudo, algumas medidas podem acelerar a cura e diminuir o risco de ocorrerem alterações permanentes na voz. Os objetivos principais da terapêutica são o repouso da laringe e o controlo de fatores desencadeantes ou contributivos.5

Duração média dos sintomas:

A maioria dos sintomas pode durar entre 3 a 7 dias (e um máximo de duas semanas), habitualmente o tratamento é sintomático, não havendo necessidade de recorrer a tratamento anti-infecioso6.

Tratamento Farmacológico

A maioria dos casos de dor de garganta podem ser tratados pelo doente, desde que não apresente sinais de complicações, como febre e dificuldade em respirar. O tratamento baseia-se no alívio dos sintomas (por exemplo, dor local, inflamação) e da remoção das causas de origem não infeciosa (por exemplo, fumar).

Para alívio dos sintomas, poderão ser tomados medicamentos de venda livre pertencentes ao grupo dos analgésicos, anestésicos locais, antissépticos e anti-inflamatórios. Os antibióticos apenas são indicados em situação de dor de garganta com origem bacteriana, pelo que deverão ser tomados apenas mediante prescrição médica.

Os medicamentos com ação local, como as pastilhas, cuja ação é direta na mucosa da boca e garganta, apresentam a vantagem de proporcionarem um alívio mais rápido dos sintomas. As pastilhas têm uma ação prolongada pois dissolvem-se lentamente na mucosa bucal irritada até à garganta. Pela sua ação local, apresentam ainda a vantagem de não interferirem, na sua maioria, com outros tratamentos por via oral.

imagem do pack anti fortes

Mebocaína. A Solução

imagem de consultar o médico

Quando Devo Consultar o Médico? 4,6

Deverá contactar o médico nas seguintes situações:

  • Se tiver febre superior a 38,5º C;
  • Se sentir dificuldade em respirar;
  • Se sentir muita dificuldade em engolir e que impeça de beber água ou outros líquidos;
  • Se a dor é muito intensa e não alivia com os medicamentos analgésicos;
  • Se a rouquidão for superior a um mês.

Medidas não farmacológicas: sabia que?

Algumas medidas simples poderão ser úteis no alívio dos sintomas1,2:

Imagems Água e Sal

Água e Sal.

Fazer gargarejos com água com sal (1 colher de sal por copo de água) para reduzir o inchaço e a dor.

imagem Líquidos

Líquidos.

Ingerir líquidos (não muito quentes para não irritar mais a garganta).

Imagem rebuçados

Rebuçados.

Chupar rebuçados, pois favorece a produção de saliva o que lubrifica a garganta acalmando as dores.

Mel

Mel.

Ingerir pequenas quantidades de mel; pela sua ação suavizante o mel poderá ser útil no alívio da dor.

Vapores e Vaporização

Vapores e Vaporização.

Os vapores e vaporizações (humidificador) podem aliviar ou prevenir algumas irritações da garganta causadas pela respiração de ar seco com a boca aberta.

Evitar fumar

Evitar fumar e zonas com fumos.

Evitar fumar e frequentar ambientes com fumo.

Como prevenir a dor de garganta?4

Como muitas causas da dor de garganta são infeciosas, existem medidas que poderão ajudar a prevenir uma futura infeção:

  • pictogramaLavar as mãos frequentemente
  • pictogramaReduzir a exposição a alérgenos, como pólen, poeira e mofo
  • pictogramaNão partilhar copos ou utensílios
  • pictogramaNão fumar
  • pictogramaLimitar o contato com as superfícies comuns
  • pictogramaManter um humificador em casa para evitar que o ar fique seco

Mebocaína está à venda em farmácias e parafarmácias

^voltar ao topo